» » Ventos de agosto

Ventos de agosto


O vento que passa em ti

E volta passando em mim
Sou folha que cai em si
E deixa vertigios meu em ti

Tu que andas descalço
Na areia do mar, realço
Na Mata estou na laça
Rastreando como uma onça

Te envolvo em meus lencoís
Buscando na cama teus aís
No meu coração eu choro
Cantando teu amor em coro

O ar que o mar respira
Marca teu rosto em agosto
Meus pensamentos por ti gira
Enquanto entrecosto em teu rosto.