Silêncio


Soletrei teu nome
para tentar esquece-lo.
Pousei rascunhos em teu olhar, como se você estivesse aqui.

E você estava.
Sou herdeiro do teu silencio. Vivi a apreensão do momento
antes que o próprio momento.
Apertei os dedos para segurar as palavras.

Te perdoei por vingança.

(Fernando Palma)