» » Sei-te de cor… decorado

Sei-te de cor… decorado


Mesmo sem te ver sei-te, de cor, decorado

És o meu decreto-lei, o meu ir e vir, o meu outro lado
Fecho os olhos e vou esculpindo uma imagem
Apago os Abrolhos e dou início à viagem

Ouço a tua voz, mas é a minha boca que se mexe
Desaguo na tua foz e teu sangue pulsa e remexe
Tolda-me a emoção, mas é em ti que as lágrimas correm
Sente o meu coração e lê as letras que transcorrem

Escrevo assim estas linhas apenas para te dizer
Que para onde tu caminhas é onde eu irei chegar
E que em ti depois da noite eu irei amanhecer

Não existe outra saída a não ser encontrar-te
Procurar-te-ei incansável e destemidamente
E a contrapartida é deixares-me levar-te…