» » Existe Príncipe Encantado?

Existe Príncipe Encantado?


Existem muitas mulheres que fazem de seus parceiros a razão profunda do seu existir.

Dependem emocionalmente deles e não conseguem sequer imaginar a vida sem eles. Por a vida sem estar ao lado deles se tornar impossível, insuportável …

Esse tipo de comportamento é denominado cientificamente de “simbiose” por simbiose ser a relação existente entre a mãe e o bebê em seus primeiros anos de vida.

A necessidade da mãe, a figura materna como tudo na vida. Carinho, proteção…

E justamente esse tipo de comportamento simbiótico acontece freqüentemente nos tão conhecidos contos de fadas, aqueles que ouvimos e vimos durante toda a nossa infância.

Qual a mulher que quando criança não queria estar no lugar de Cinderela? Cinderela que perdeu o sapatinho e o belo príncipe o achou e o colocou nos pés dela. E assim viveram felizes para sempre.

Eu me considero uma Cinderela, pois sempre esperei o meu príncipe encantado até o encontrar e estar com ele a seis anos.

A Cinderela , Rapunzel… Todas elas possuem esse perfil psicológico. Sempre a espera do seu príncipe encantado para então livrá-las de todo o mal e torná-las felizes para sempre.

Isso de fato carregamos desde a mais tenra infância para a vida adulta. Viver sempre em função de alguém, aqui no caso do nosso objeto amado.

Isso tudo pode parecer muito romântico, mas se em excesso se torna prejudicial, pois o amor só é eterno enquanto dura, e não sabemos até quando irá durar.

Por isso é preciso ter um pouco de independência pelo menos para dar um passo a frente sem precisar de ninguém ao lado.