» » Paciência – Diferença entre Homem e Mulher

Paciência – Diferença entre Homem e Mulher


Qual mulher já não ouviu pelo menos uma dessas frases sem ter gostado e pensou: “Por que ele não tem paciência ?” Bem, essa é uma questão que agora vamos tentar entender.
Assistir vidrado à todas as corridas de fórmula1, ter um carro que chega de 0 à 100km em 4.5 segundos e mais turbos e nitros… ,até aí tudo bem, afinal essa fixação por velocidade é tolerável. O problema é que a pressa deles não estaciona, vai além do seu mundo automobilístico, pois mesmo fora da pista avançam sinais, fazem conversões proibidas e ainda se acham no direito de reclamar quando não lhes damos passagem!

Falta de paciência? Intolerância? Ou pura frescura?

A verdade é que nenhuma das alternativas anteriores está correta.
A natureza desta espécie é uma coisa complicada. Eles vivem dizendo que não nos entendem, que nós somos complicadas, etc. Mas para o próprio umbigo eles não olham, né? Afinal, se eles fossem menos difíceis de se compreender não haveriam tantos problemas de relacionamento, pois quando a corda cai para um lado só, um tem que sair vencedor, o que não ocorre no cabo de guerra entre homens e mulheres, fica num tal de puxa daqui e estica dali, um tentando fazer com que outro se canse primeiro para então ceder-lhe a vitória.

Somos diferentes, disso não se pode ter dúvida

Eles roncam, coçam o saco, cospem como se disputassem um tiro à distância e têm o péssimo hábito de fazer com que a gente molhe a bunda, no meio da madrugada, quando deixam a tampa do vaso levantada. Por mais que a gente se zangue com essas atitudes, acabamos aceitando, é como gastar uma tremenda nota ao comprar um lindo vestido e no dia seguinte se descobrisse que tem uns defeitinhos na costura, defeitos que só você sabe que existem, que te incomodam, mas você resolveu não trocar por outro porque naquela loja não havia modelo igual e além disso você tinha se apaixonado por ele logo de cara, então concluiu que mesmo com aqueles defeitinhos, ainda era o seu predileto.

A perfeição não existe, embora nos esforcemos em alcançá-la, mas cá entre nós, o mundo não seria muito chato se os homens fossem tão perfeitos? Imagina só ter ao seu lado um homem sem esses “defeitinhos”, não seria certinho demais? Provavelmente ele seria um daqueles tipos insuportáveis, cheio de manias como o marido da Júlia Roberts no filme “Dormindo com o inimigo”, que deixava as toalhas do banheiro penduradas milimetricamente de acordo umas com a outras e que queria ver produtos do armário em ordem alfabética. Claro que esse caso do filme é um extremo, e na certa se te perguntasse se existe algo em seu marido ou namorado que gostaria de mudar você me responderia umas duas ou três coisinhas.

A natureza é sábia, fez os homens e mulheres diferentes afim de que um possa no compensar no outro aquilo que lhe existe em falta. Imagine se os homens demorassem tanto pra se arrumar pra sair como nós? Seria uma guerra! Um disputaria com o outro o lugar em frente ao espelho, isso sem contar que chegariam atrasados em todos os compromissos! Seria um desastre… Imagine então se ele adorasse fazer compras com você, te desse palpites nas cores, nos modelos e ficasse dizendo: “- Ai, não gostei desse vestido, te deixa com cara de piranha” – ou então: “- Escolhe outra saia mais comprida, essa aí mostra até sua alma”, – me diz, você suportaria? E quanto aos roncos, tampas de vaso levantadas, cuspidas á distância, entre outras “cositas” mas, encare como parte do jogo, leve na esportiva, afinal são essas coisas que dão pano pra manga na hora de arrumar uma briguinha. Viver na monotonia de um mar de rosas é coisa pra contos de fadas e olha que até os contos de fadas andam ganhando versões novas. Brigar de vez em quando todo casal briga, e até que é saudável, na grande maioria das vezes quando fazem as pazes é aquela loucura, não é? Pois então, nós, mulheres gostamos dessas loucurinhas e os homem adoram isso!

Lembre-se: Se os homens fossem tão compreensivos, nossa relação com eles poderia estar condenada ao marasmo, afinal é por conta dessas diferenças que homens e mulheres buscam um desejo em comum: A paixão.