» » Inquietude

Inquietude


Esses sussurros loucos que há entre nós

molham-nos de desejos lambidos,
te alagam, me transbordam corrompido
ante à inquietude urgente e quase algoz.

Somos ventres carnívoros sem foz
lançando-nos aos vícios proibidos,
já flamejando a fome da libido
pra dádiva da entrega ser feroz.

Brindemos com o absinto da indecência
pra cultuar o verbo possuir,
e expormos os sabores da demência

Depois da quase dor desse explodir,
o frenesi expresso em nossa essência
será um profano amor a nos sorrir.