» » A espera

A espera


Esperarei por ti…

Fingirei desconhecer tuas aventuras,
tuas conquistas fáceis, tuas loucuras,
teus encontros triviais, paixões banais,
porque depois das desventuras é a mim que procuras…

Esperarei por ti…
Enquanto provas as delícias do mundo
e te sacias das fatias proibidas,
andando por aí, de déu em déu…
enquanto te aguardo com o néctar do céu.

Esperarei por ti…
Mesmo que o tempo termine
ou seja longa a espera…
Que passem os anos carregando a primavera;
estarei aqui para te dar guarida,
enxugar teu pranto, abrir-te a porta
da chegada…
…ou quem sabe, da partida.

Carmen Lúcia